24 de janeiro de 2015

Resenha literária: Todo dia - David Lavithan

Eai galera, tudo bem? Enfim, pra quem me conhece e me acompanha pelo face viu que eu disse sobre um livro que mudou um pouco minha percepção de vida.. Então, o livro é esse!
Sinopse: Neste novo romance, David Levithan leva a criatividade a outro patamar. Seu protagonista, A, acorda todo dia em um corpo diferente. Não importa o lugar, o gênero ou a personalidade, A precisa se adaptar ao novo corpo, mesmo que só por um dia. Depois de 16 anos vivendo assim, A já aprendeu a seguir as próprias regras: nunca interferir, nem se envolver. Até que uma manhã acorda no corpo de Justin e conhece sua namorada, Rhiannon. A partir desse momento, todas as suas prioridades mudam, e, conforme se envolvem mais, lutando para se reencontrar a cada 24 horas, A e Rhiannon precisam questionar tudo em nome do amor.
Parece confuso né? É, no começo é mesmo. Ainda mais que eu não gosto de ler resenhas de livro, então no começo eu fiquei totalmente perdida! Mas conforme foi passando, eu fui entendo mais ou menos como funcionava essa história de acordar em um corpo diferente.
Enfim, a história é basicamente isso mesmo: Todos os dias, o A, acorda em um corpo diferente. E nisso ele conhece a Rhiannon, que muda completamente a vida dele. O que mais me chamou atenção, que me fez mudar um pouco a percepção sobre a vida, foi que, como todos os dias ele acorda em um corpo diferente, ele vai mostrando como é o dia a dia dessas outras pessoas. Vai descrevendo coisas que você não tem a miníma ideia de como funciona, e com isso você aprende a não julgar tanto as pessoas, ou pelo menos aceitar alguns fatos, e aproveitar todos os dias da sua vida como se fosse o último, vivendo um de cada vez. É totalmente diferente de tudo que eu já li até hoje! 

Infelizmente, não tenho ele físico, mas li pelo o meu kobo, que é quase a mesma coisa. Por que o kobo deixa com a mesma letra que é escrita no livro físico e tem o aspecto de folha de livro mesmo. Então com base nisso, posso dizer que é super confortável a leitura, rápida, e é o tipo de livro que você pega e não quer parar de ler enquanto não acabar a história. Que foi o que aconteceu comigo, li ele em apenas em um dia! E com certeza entrou para minha lista de preferidos.
Quando tiverem a oportunidade, leiam! Não vão se arrepender, tenho quase certeza que agradará a todos os gostos, principalmente pra quem gosta de sair de vez em quando da rotina de romance cliché( eu adoro!), ou de qualquer outro gênero que você está acostumado a ler.

Vou deixar somente dois trechos que eu gostei muito para vocês lerem:(não que não tenha mais, mas é para despertar curiosidade e interesse de vocês)

  • "Não é o suficiente, mas já é alguma coisa. Observamos as árvores, o céu, as placas, a estrada. Sentimos um ao outro. O mundo, nesse exato instante, consiste em apenas nós dois. Continuamos a cantar. E cantamos com o mesmo abandono, sem nos preocuparmos muito se nossas vozes atingem as notas ou as palavras certas. Trocamos olhares enquanto cantamos; não são dois solos, é um dueto que não se leva muito a sério. É uma forma própria de conversa. Você pode aprender muito sobre as pessoas a partir das histórias que contam, mas também conhecê-las pelo modo como cantam, não importando se gostam de janelas levantadas ou abaixadas, se vivem de acordo com o mapa ou se perdem-se pelo mundo, ou se sentem a atração do mar." 
  • "É isso que o amor faz: que você queira reescrever o mundo. Que você queira escolher os personagens, construir o cenário, dirigir o roteiro. A pessoa que você ama senta de frente pra você, e você quer fazer tudo que estiver ao alcance para tornar isso possível, infinitamente possível. E quando são apenas vocês dois a sós numa sala, você pode fingir que é assim que as coisas são, que é assim que serão."

O David Lavithan já tem várias obras publicadas, seu primeiro livro foi em 2003. Ah, ele também é um dos fundadores da editora PUSH, que é dedicada à Literatura para Jovens Adultos. Eu não o conhecia até ler esse livro, mas agora que li, com certeza vou querer ler os outros!

ENFIM, FALA SÉRIO! ESSE LIVRO É PURA MAGIA GENTE! *-*
E aí, gostaram? Alguém já leu? Se lerem, comentem aqui depois o que acharam. Um beijo!


2 comentários:

  1. Ei, Rafa! Ficou tão lindo aqui, menina! Adorei! hahaha. Acredita que já vai fazer um ano que ganhei esse livro de aniversário e ainda não o li? Oh, God, vou fazer isso nesses últimos dias de férias, porque sua resenha me deixou mais curiosa ainda haha.
    Beijoss,
    Renata.
    viciadas-em-livros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haha, obrigada! Nossa, já está na hora de ler em! u_u Obrigada pela visita.

      Excluir

 
Welcome to my life
Siga meu insta!
Ana Liberato