21 de março de 2020

Resenha: A vida e a História de Madam C.J. Walker

Resenha: A vida e a História de Madam C.J. Walker

Precisamos urgente falar sobre essa mulher!
Já se perguntou como surgiu os produtos de cabelo cacheados e crespos e quem inventou isso? Já parou pra pensar quantas pessoas se preocuparam na beleza negra em especial a feminina? Pois bem, a Madam C.J. Walker se preocupou e eu posso provar!
Resenha: A vida e a História de Madam C.J. Walker

Pra início de conversa, vamos começar dizendo que a Madam C.J. Walker foi a primeira mulher negra que fou MI-LI-O-NÁ-RI-A conquistando sua própria fortuna nos Estados Unidos! Está pasma/o? Eu também! Agora imagina que isso tudo aconteceu no início Séc XX, a escravidão ainda existia, mulheres nem se quer tinham direito de opinar e muito menos abrir uma empresa.
Pois bem, acho que já deixei você bastante curiosa/o agora né? 
Nessa mini série feita pela Netflix, feita com quatro episódios (infelizmente só quatro) entre 30-40  minutos, mostra a história da Madam, uma mulher guerreira de pele escura (como elas se chamam) que lutou muito para sair de lavadeira para ir atrás do seu sonho: cuidar de cabelos de todas as mulheres de pele escura. 
Ela sempre teve isso como sonho e propósito de vida. Sua "chefe" começou isso fazendo na sua casa mas não sabia vender. Madam sempre muito revolucionária, teve a brilhante ideia de pegar algumas caixinha do produto para vender para seu povo - no caso, os pobres -. E deu certo! Ela vendeu todas as caixinhas e quando foi contar para a sua "chefe", ela não gostou nada disso pois não queria que alguém de pele escura fosse ligada com a empresa dela. Brigou com ela e a proibiu de vender.
E foi aí que surgiu a Madam C.J Walker como uma empreendedora e concorrente dos produtos da Addie (a antiga "chefe" dela).

Resenha: A vida e a História de Madam C.J. Walker

Essa série é importante em tantas áreas, mas vou tentar resumir: Assistam.
Assistam não só para conhecer a história da Madam C.J Walker (ela realmente existiu viu? é baseada em uma história real), mas também para ver o quão difícil foi ela chegar onde ela chegou e todas as questões que teve que enfrentar, levou muitos "nãos", abriu mão de muita coisa e na maior parte do tempo somente com o apoio de sua filha.
Além da parte de ser mulher e filha de ex-escravos, Madam teve que enfrentar um divórcio, trabalho escravo, e ainda teve que passar por cima de muita coisa pra chegar onde chegou. É uma série perfeita. Muito bem redigida, com a cenografia perfeita - você realmente vê que é uma série de época - e impecável em todos os detalhes, inclusive na trilha sonora. E apesar de ser uma série com vários temas "pesados", tratando de assuntos atuais até hoje como: a homossexualidade e a aceitação da família, o racismo, o machismo, a sororidade, o feminismo, a auto estima, etc., o enredo foi escrito de forma com que ficasse fácil de entender, com muita leveza e humor (e um pouquinho de drama hehe).
Então aproveita que está de quarentena aí sem fazer nada, e coloca essa mini-série na sua lista pra assistir pra ontem! Vale muito a pena, eu juro.  

Vou deixar o trailer aqui pra vocês: 


0 comentários:

Postar um comentário

 
Me segue lá no instagram pra gente ficar mais perto!
Siga meu insta!
Ana Liberato