16 de janeiro de 2018

Arte e fobias juntos.

Sim, é isso mesmo que você leu. O Ilustrador Shawn Coss decidiu trazer essas obras de arte pra gente de forma bem clara - na minha opinião - em forma de arte, usando apenas pena e tinta. Ele trouxe não só as fobias mais comuns como arcnofobia, claustrofobia até os mais raros que alguns eu, sinceramente desconhecia. É um prato cheio de conhecimento! Dá até pra auto diagnosticar em nós mesmo.Vamos ver??
Agorafobia: Medo de lugares abertos ou multidão
Coulrofobia: Medo de palhaços
 Atazagorafobia: Medo de ser esquecido ou abandonado
 Cherofobia: Medo de felicidade
 Aracnofobia: Medo de aranhas
 Claustrofobia: Medo de lugares fechados
 Cronofobia: Medo da passagem do tempo e do tempo
 Eclesiofobia: Medo de igreja
 Eisoptrofobia: Medo de espelhos
Tripanofobia: Medo de agulhas
 Necrofobia: medo de cadáveres e coisas mortas
 Nictofobia: Medo de escuro
Epistemofobia: Medo de conhecimento 


































 Filofobia: Medo de se apaixonar



































Tafofobia: Medo de ser enterrado vivo


































 Tocofobia: Medo de gravidez e parto

Escopofobia: Medo de ser observado

E aí, gostaram? Eu gostei. Eu gosto de coisas sinistras. haha 
Beijo da Rafa. :*


3 de janeiro de 2018

05 Coisas que aprendi em 2017.

Oi gente, tudo bem com vocês? Então, aqui estou eu para dizer um pouquinho das coisas que aprendi em 2017. O ano já acabou, mas é sempre bom a gente refletir sobre o nosso tempo e o nosso aprendizado não é mesmo? Então eu trouxe uma listinha com  05 coisas que aprendi durante esse ano. Vamos ver?





1. Deixar pra depois nunca é uma boa ideia.

Estive pensando nessa última semana do ano que tudo que deixei pra fazer depois, eu acabei que não consegui fazer. Queria ter voltado a tocar violão, mas sempre deixava pra depois pra fazer isso ou aquilo.. E acabou que não voltei. Não porque não tive tempo, mas porque fui enrolando, enrolando e de repente o ano acabou. Então fica aí o meu conselho: Quer fazer? faça agora!

2. Você pode ser feliz só com as coisas que você tem, sem precisar de mais nada.

A gente sempre acha que precisa disso ou daquilo pra ser feliz, pra sorrir, pra fazer algo que realmente importa. Mas nem sempre é assim que funciona. Seja feliz com o que você tem, com o que você conquistou até hoje. Seja feliz com as pessoas ao seu redor, feliz com o seu computador velho entre outras coisas. As vezes tudo o que você tem é algo que outra pessoa precisa e você não consegue perceber isso e ser grato. A gente fica tanto tempo correndo atrás do futuro que acaba esquecendo de viver o presente.

3. Nem todas as amizades foram feitas para durar para sempre, e sim, o tempo necessário.

E falando em pessoas.. Esse 2017 fechou com um tapa na minha cara em relação a isso. Eu jurava que tinha amigos e tal, e de repente, todo mundo sumiu. E eu fiquei pensando: O que eu fiz? Mas simplesmente nada aconteceu. Nem todas as amizades foram feitas para durar para sempre. Acabou que tinha amizades até de 10 anos que acabou se afastando e.. Bem, a única coisa que você pode fazer é ser grato pelo tempo que durou, aceitar e seguir o baile.

4. O mundo não é justo.

Você percebe que realmente o mundo não é justo quando começa a entender um pouquinho mais sobre certas coisas, quando você começa a caminhar com as próprias pernas e quando vê a merda acontecendo ali na sua frente e não pode fazer nada. É decepcionante e frustrante, mas nem sempre você vai conseguir resolver tudo, nem sempre vão valorizar o seu trabalho de forma justa, nem sempre o mundo vai ser justo com você. E a única coisa que você pode fazer é aceitar e correr atrás até que você alcance o seu objetivo. Só não vale desistir.

5. As pessoas se afastam sem motivos nenhum, quer você queira ou não.

Já comentei um pouquinho sobre isso ali no item 3, mas é justo ser colocado isso aqui novamente pois aqui não se trata só de amizade. Você não pode obrigar ninguém a ficar do seu lado, a ser seu amigo, namorando, seja lá o que for. As pessoas simplesmente vão embora. É, é isso. Elas vão seguir o caminho delas e a única coisa que você pode fazer é aceitar e respeitar a decisão. Por que quando um não quer, dois não faz não é mesmo? (pelo menos na teoria) Então não dá pra ficar se machucando e remoendo por causa disso. Na nossa vida vai passar muita gente ainda e temos que aprender a aceitar o tempo das pessoas.

E vocês, aprenderam o que em 2017? Deixa aqui o comentário pra eu saber! Beijos da Rafa. :*



24 de dezembro de 2017

Feliz natal e um próspero Ano novo! #Tchau2017

Oi gente, tudo bem com vocês?
Hoje venho aqui me despedir. Não do blog, não um adeus permanente, mas sim, de 2017. Da Rafaela que viveu esse ano, das lutas que tivemos, dos ares que vivemos, enfim, de 2017.
O ano foi difícil tenho certeza que para todos nós, perdemos pessoas, conquistamos outras, conquistamos muitas coisas boas, muitas vitórias assim como também tivemos muitas derrotas. 
Esse ano foi um ano muito importante pra mim, finalmente terminei a faculdade, mas infelizmente no meio dessa jornada eu acabei perdendo alguns amigos (será que eram mesmo?), perdi muitos momentos bons por conta da faculdade, mas no final tudo deu certo. Não postei aqui no blog o quanto eu queria, mas me esforcei bastante apesar de que cada dia aqui do outro lado da tela era era uma luta pois eu sempre gosto de postar no blog quando eu quero e quando estou bem e não por obrigação. Acho que isso já explica bastante coisa pra quem me acompanha.
Enfim, hoje é véspera de Natal. Eu tinha feito um vídeo, e uma postagem especial para o dia do Natal, mas infelizmente não deu certo então resolvi aqui postar nem que fosse um texto meu né? Não seria justo essa data tão importante e especial passar e eu simplesmente aparecer por aqui, já que vocês também são parte da minha vida, e muito muito importante viu? 
E apesar dos pesares, apesar de toda a guerra que o Brasil está travando, apesar das noites mal dormidas, das lutas, das pequenas caídas e recaídas que tivemos, enfim 2017 chega ao fim, e junto com ele a esperança de que 2018 seja um ano melhor. Mas pra ser melhor, nós temos que mudar. Mudar nossas atitudes, nossa postura, nosso modo de viver e principalmente de pensar. Sempre temos a ilusão de que começo de ano é um ano de recomeços, mas não é sempre assim. As vezes você pode se recomeçar no meio do ano, porque não né?
Mas vamos aproveitar toda essa vibe, essa oportunidade de viver mais um ano para refletir, para pensar no que vivemos e no que queremos viver. 
Sabe aquela lista de metas 2018? Faça ela. Mesmo que você não consiga terminar todas as metas, faça. Sonhe. Anote. O destino vai ver que você está se esforçando e vai te ajudar nisso. Olhe ela todo começo de mês, corra atrás. Você tem que se mover, tem que fazer algo por você mesmo! 
Parece que todo mundo já disse isso, mas eu tenho que reforçar pois faz todo o sentido: a mudança começa em você. Não no dia 01 de janeiro, não em um dia qualquer, não em uma data comemorativa, mas em vocês. Está na sua mão a decisão de ter um ano melhor, ou não. Pense nisso amores! 

Ah, mais uma coisinha, no ano de 2018 tem tudo pra bombar o blog! Eu já estou várias ideias novas, e está tudo anotado. Espero que saia como planejado. hihi Queria muito agradecer vocês também, por estarem mais um ano comigo, mais um ano me acompanhando, e tirando um minutinho do seu tempo só pra vir aqui ler o que escrevo.. OBRIGADA! Esse blog não seria nada sem vocês. <3
Agora sim, um beijo, um queijo, feliz natal e um próspero ano novo! :* 


11 de dezembro de 2017

Art Journal: Como criar e o que é.

Oi gente, tudo bem com vocês? Então, hoje eu trouxe Art Journal para nós. Já faz alguns anos que eu amo e faço esse tipo de arte, e é uma coisa que achei interessante pra trazer pra vocês, pois é uma coisa diferente e que dá pra você fazer sozinha/o.
Tá, mas o que é Art Journal?
Art Journal ou Journaling nada mais é que mistura de diário+arte. Mas não um diário qualquer, é um diário que me se mistura com agenda, com criatividade e amor. É tipo um caderno onde você expõe a sua criatividade de forma única. Algumas pessoas usam esse metódo também parar criar meio que uma "agenda" mas esse já é outro método que vou trazer pra vocês. <3 

Qual o objetivo?
O objetivo é você soltar a criatividade, guardar memórias, aprender um pouco mais sobre a si mesmo, e relaxar. Sério gente, é muito bom! Mesmo que você não seja um Van Gogh da vida, é muito bom.

Como faço pra ter o meu?
É bem simples. Compre um caderno com uma gramatura maior do que o normal, de sulfite, e comece a desenhar, a criar. Se você é desses que gosta de expressar sentimentos de alguma forma, seja bom ou ruim, o art journal é ideal! Existem pessoas que fazem isso profissionalmente, então é importante você definir o seu objetivo antes de começar, a pensar realmente o porque estará fazendo isso.

E os materiais?
Existem vários tipos de materiais que podem ser usados nessa técnica, lápis de cor, canetinha, giz de cera, colagem, aquarela, pintura, etc. Então, desculpa pra não ter material é o que não vai ter! haha 

Tá, agora que já tenho tudo, como eu inicio isso, por onde?
Por onde você quiser! Há infinitas possibilidades. Você pode por exemplo, começar escrevendo frases e depois enfeitando elas, ou fazendo colagens, ou desenhando, ou colando fotos, escrevendo depois e enfeitando, enfim! Solte a criatividade e o coração que sai. <3

Dica: 
  • Você pode fazer com que as imagens interaja diretamente, ou indiretamente com os textos, pode usar materiais que aparentemente não tem mais "nenhuma função" a não ser ser jogada fora (como a casca do lápis de cor, eu usei pra fazê um vestido no meu). 
  • Existem canais no youtube e instagram que fazem só esse tipo de arte. Vocês podem procurar por "art journal" que vai encontrar muita coisa legal pra se inspirar! Ou pesquisar no Google imagens mesmo, que também bastante. MAS MUITO MEEEEEESMO!

Vou deixar algumas fotos aqui, para que inspirem vocês: 

 Via



Bem gente, então é isso. Impossível não se apaixonar né? hihi
Eu espero que gostem! E se vocês tem alguma sugestão de post para mim e tiver gostado desse post, por favor comente aqui nos comentários para eu saber! Beijo da Rafa. :*


 
Welcome to my life
Siga meu insta!
Ana Liberato